Diário de Heloisa S. Ferreira

30 June 2018

Diário de Junho. Ferramentas do meu pai.


 Diário de junho – Mês de retiro interior e dedicado para realizar a organização, reforma e manutenção do quarto de ferramentas que era do meu pai. 
Muitas ferramentas, que eram do meu pai, são utilizadas no ateliê e no design dos oratórios rústico. A organização foi feita em meditação e tentando deixar a organização semelhante ao que meu pai tinha feito.
Meu filhotinho, Francisquinho, que muitas vezes acompanha o processo de criação dos oratórios rústicos e minhas pequenas vias de peregrinação, também acompanhava, pela porta, eu limpando as ferramentas.
Alguns detalhes, na rotina do ateliê, nos conecta com a presença do meu pai e inspira e incentiva a recomeçar e perseverar nos desafios da vida e do design.



 Foto de um dos cantinhos do quarto de ferramentas. As caixas são numeradas e uma tabela, feita pelo meu pai, indica o conteúdo (ferramentas) de cada caixa conforme a numeração.




05 May 2018

Diário: peregrinação e design de oratórios rústicos. 

Pequenas vias de peregrinação, ao Santuário do Pai das Misericórdias (em memória ao mês de aniversário do meu pai), que incentivam  o ciclo do design e alguns detalhes, na rotina do ateliê, que conecta com a presença e ensinamentos do meu pai e inspira e incentiva a recomeçar e prosseguir o ciclo da vida e do design.

(Heloisa S. Ferreira | Santuário do Pai das Misericórdias, Cachoeira Paulista, SP.)

Diário. Foi uma grande Providência de Deus, que o Kairós da Fraternidade O Caminho acontecesse no mês do aniversário do meu pai, no Santuário do Pai das Misericórdias (Cachoeira Paulista, SP.) Dediquei minha peregrinação em memória  ao mês do aniversário do meu pai. 

(Heloisa S. Ferreira)

09 February 2018

Diário.

Pequenas vias de peregrinação, o ciclo do design e alguns detalhes na rotina das criações nos conecta com a presença e ensinamentos do meu pai e inspira e incentiva a recomeçar e prosseguir o ciclo da vida e do design.
Muitas ferramentas, materiais e "sucatas" utilizadas nas minhas criações eram do meu pai. A essência, raízes e inspirações das criações também estão ligadas na lembrança que temos de ver nosso pai criando objetos com reaproveitamento de materiais. Criar com as ferramentas, que eram do meu pai, confere um valor sentimental nas criações e ameniza as saudades. 
Memórias que incentivam a recomeçar a cada dia.


29 January 2018

Pequenas vias de peregrinação.

Diário. Janeiro de 2018.
No dia 06/01/2018 eu sonhei com o meu pai. No sonho ele estava folheando minhas anotações de meditação e me perguntou o que eram as pequenas vias de peregrinação e quando eu expliquei, para ele, meu pai sorriu demostrando  muita alegria. Logo em seguida eu acordei do sonho, mas o sorriso do meu pai foi marcante, um sinal e incentivo de que eu deveria continuar com minhas pequenas vias de peregrinação. 



 Momentos: pequenas vias de peregrinação (em memória), realizada em 2017, com meu filhotinho Francisquinho.